quinta-feira, 7 de outubro de 2010

FRANCISCO DE SALES MEIRA E SÁ


Francisco de Salles Meira e Sá, natural de Sousa-PB, nascido a 29 de janeiro de 1856 e faleceu em Natal no dia 15 de dezembro de 1920, filho de Olinto José Meira (presidente da Província do Rio Grande do Norte, de 30/07/1863 a 21/8/1866) e de Maria Joaquina de Albuquerque e Sá. Foi um dos grandes responsáveis pela construção da estrada de ferro Mossoó a sua terra natal. Era Casado com MARIA PACHECO MEIRA E SÁ, natural de Ceará-Mirim-RN, nascida a 2 de outubro de 1871 e faleceu no Rio de Janeiro, a 9 de outubro de 1947, filha de João Secundinho Pereira Pacheco (JAJÃO) e de Rosa Pereira Pacheco (Rosinha) Na vida política cumpriu os mandatos nos períodos a seguir mencionados: Deputado Estadual (1891), Vice-governador (1896 a 1900, e como vice assumiu o governo do Estado no período de 24 de julho de 1897 a 31 de julho de 1897; Senador (1907/09 e Senador (1909/10). Foi eleito pelo PRF-Partido Republicano Federal. No senado, foi Presidente da Comissão de Justiça e Legislação. Fez o curso Secundário no Colégio São Bernardo, em Recife-PE. Casou-se em 28 de janeiro de 1887, em Ceará-Mirim-RN, com Maria PACHECO Meira e Sá. Foi Chefe de Polícia (1892/1895). Promotor e Juiz Municipal, Desembargador (1895/1907), Membro do Tribunal, presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, no período de 31/8/1898 a 1906); Membro do Tribunal Superior (Presidente), Juiz Federal (1910/1920). Meira e Sá, patrono de Rua na cidade de Mossoró, foi fundador e diretor do Colégio São Francisco de Sales, em Ceará Mirim-RN; criou o Popular Instituto Literário; Chefiou a Companhia Abolicionista criando o jornal A Liberdade de Ceará Mirim. Foi eleito senador na vaga de José Bernardo, reeleito em 1909, renunciou ao mandato em 1910 dando a vaga a Augusto Lyra Tavares. Foi presidente do Instituto de Proteção a Infância e da Liga de Ensino e Membro fundador do Instituto Histórico e Geográfico do RN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário